É tão ruim assim pegar cocô de cachorro na rua?

Higiene, saúde e respeito: saiba por que e como coletar fezes do seu cão na rua. Não é difícil nem vergonhoso, e é obrigatório.

pessoa coletando cocô de cachorro

É uma pergunta sincera: É tão ruim assim pegar cocô de cachorro na rua?

Claro, não é algo agradável. Mas não se trata de ser algo bom ou ruim, agradável ou não: essa é uma obrigação de quem leva o cachorro para passear ou deixa ele sair na rua às vezes.

Trata-se de higiene, saúde e respeito.

Por que você deve limpar as necessidades que seu cão faz na rua

Cá entre nós, meio absurdo ter que explicar esse tópico, não?

Ah, mas tá na rua, que já é suja. A chuva ou a prefeitura fazem a limpeza!

…Alguém já deve ter dito isso

A rua só é suja por nossa culpa, né?! Somos nós que poluímos. Um papel de bala, bituca de cigarro, latinha de cerveja, cocô de cachorro – é tudo responsabilidade nossa.

Além de estar sujando a calçada de alguém, o que já é uma falta de respeito com quem mora ali, você também está contribuindo para acidentes (quem nunca pisou no cocô?) e principalmente doenças – que, inclusive, podem ser transmitidas para você e pro seu cachorrinho também.

É no matinho de uma praça? Mais cachorros passam por ali e pode acumular bichos e doenças mesmo assim. É um terreno baldio? Pior ainda em relação ao acúmulo de bichos.

Algumas doenças transmitidas por fezes de cachorro

As fezes do seu cão podem transmitir doenças para outros animais – o que pode “ricochetear” e afetá-lo também. Afinal, qualquer animal bem cuidado pode ser afetado por verminoses.

Em muitos casos, quando você descobrir que seu cachorro tem alguma doença pode ser tarde demais: ele certamente já transmitiu por aí.

Veja um resumo de algumas doenças que podem afetar tanto humanos quanto cachorros (e outros animais em alguns casos):

  • Adenovírus: Causa convulsões, icterícia, sangramento nos orifícios e morte;
  • Bicho geográfico: Causa coceira na pele, vermelhidão e inchaço na pele;
  • Parvovírus: Causa vômitos, diarreia, imunossupressão e morte;
  • Giárdia: Causa diarréia;
  • Coccidia: Causa diarreia;
  • Salmonelose: Causa diarreia, vômitos, febre moderada, dor abdominal, mal estar geral, cansaço, perda de apetite, calafrios;
  • Ancilostomose: Verme que causa anemia em humanos;
  • Tênia: Causa vômitos, diarréia e anemia;
  • Toxocaríase: Causa cegueira em humanos (principalmente em crianças);
  • Escherichia coli: Causa infecções do trato urinário, meningite, peritonite, mastites, septicemia, pneumonia, vômitos, diarreia e morte.

Em breve falaremos sobre cada uma dessas doenças aqui no blog. Mas nesse resumo já dá pra ver que a coisa pode ficar feia.

Falta de higiene também dá multa

Em algumas regiões isso rende até multa, como é o caso da lei 18.554/2019: a advertência é de R$ 150,00.

Não deveria chegar a esse ponto, né?! Pior ainda quando chega a causar revolta de outras pessoas. Mas infelizmente muita gente não tem essa noção básica de limpeza.

Cachorro não é só brincar e passear: você tem responsabilidades também.

Como pegar cocô de cachorro na rua

Ao passear com seu cachorrinho, tenha em mãos pelo menos duas sacolas plásticas, preferencialmente biodegradáveis. Na dúvida, pega uma de mercado, feira ou sacolão mesmo.

Quando seu amigo fizer as necessidades, basta seguir os passos:

  1. Abra a sacola e ponha sua mão dentro dela, como se fosse uma luva;
  2. Recolha as fezes – se preciso, amasse-as para recolher tudo de uma vez só;
  3. Vire a sacola do avesso, deixando as fezes dentro dela;
  4. Amarre bem;
  5. Descarte no lixo.

Se seu amigo está com problemas estomacais (diarreia), leve uma garrafinha de água para pelo menos “empurrar” a sujeira para o esgoto. O ideal seria lavar tudo direitinho, mas a gente sabe que isso já não chega a ser tão fácil.

porta cata caca
Andar com um “porta cata caca” pode facilitar as coisas.

Jamais deixe a sacolinha usada em pilhas de lixo ou em outro local exposto: além de atrair outros bichos, quando chover pode virar uma lambança só e causar entupimentos. Ah, e dificilmente irão coletar o lixo descartado assim.

Veja também nossas dicas de higienização do seu cão após um passeio.

Se você não quer fazer o básico de higiene para viver em sociedade, não tenha um cachorrinho

É o mesmo que ter um filho e não querer limpá-lo quando ele faz suas necessidades.

Como dito por aqui, coletar as fezes do seu cão é higiene, saúde e respeito. Não pense só em você: outras pessoas e animais caminham por ali.

Se você já tem um pet e ainda acha que não deve limpar, contrate um passeador para fazer o trabalho sujo por você. Se você ainda não tem e pensa o mesmo, melhor comprar uma pelúcia ou um tamagotchi.

Quantas estrelinhas esse post merece?

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0
É tão ruim assim pegar cocô de cachorro na rua?

Receba posts por e-mail!

Digite seu endereço de e-mail para receber notificações de novas publicações por e-mail.

Deixe seu comentário